Somos Vencedores por Natureza

Normalmente o que escrevo sobre resiliência enfocando o aspecto motivacional vale tanto para os homens quanto para as mulheres.

Mas hoje vou abrir uma exceção; vou me dirigir aos homens com um texto motivacional para ajudar a sair de um baixo astral, que por ventura o Amigo esteja vivenciando. 
 
Também, por outro lado em função das nuvens negras que ronda os céus do nosso país, nem se poderia criticar se Você, por acaso estivesse nessa situação, assim, como os milhões de desempregados e mesmo os empregados que estão deixando de receber o seu salário no fim do mês. 

Mesmo assim, quando eu leio ou ouço esta história de um homem se sentir muito desanimado, meio derrotado, procuro sempre lembrá-lo que ele é um campeão; é um vencedor por natureza. 

Por que digo isso? É simples, pois nós homens já participamos de uma competição fenomenal e vencemos. 

Mas seria essa tal competição?
Exemplo de imagem
Vamos explicar biologicamente. Sabemos pelo que aprendemos na escola que a concepção da vida se inicia quando o espermatozoide encontra o óvulo. Esse encontro é a finalização de uma espécie de maratona penosa, exaustiva supercompetitiva e que exigiu muita perseverança.

E quando alguns de nós, homens, ficamos chateados que está muito difícil de competir com os 10 funcionários do setor onde trabalhamos para uma determinada promoção, deveria, em função da nossa vitória sobre milhões, ser a coisa mais fácil do mundo, e por cima, autoconfiante por termos um emprego.

Na realidade essa baixa estima ocorre porque esquecemos da nossa maior vitória; ter nascido, ser gente! 

Assim, milhões de espermatozóides ficaram numa intensa corrida, nadando, lutando para chegar primeiro que os seus demais concorrentes, no óvulo.
E desta forma, esse nosso heroico espermatozoide conseguiu chegar em primeiro lugar e consequentemente sua vitória foi obter o passaporte para virar gente. 

Então reafirmando que somos "um vencedor por natureza" e se perdemos hoje alguma batalha, isso não será o fim do mundo. 
 
Depois de vencer nossos milhões de concorrentes, qualquer corrida numa disputa deveria ser como um passeio no parque num dia de verão com um sol irradiante, ouvindo o canto dos pássaros circundando entre pessoas alegrias e ouvindo a gritaria das criançadas brincando. 
 
Finalizando, uma guerra, a primeira, a mais importante vencemos mesmo antes mesmo de nascermos. Pense nisso. 
 
Não desaponte o espermatozoide que você já foi um dia! Lembre-se, faça jus ao imenso esforço que ele fez e deu condição de você ser você! 


Escreva-se aqui e não perca nenhuma novidade!
Insira seu e-mail abaixo para receber nossas novidades e receba agora mesmo Ebook GRATUITO sobre Resiliência